5 filmes que todo o apresentador precisa assistir

Nós sabemos: apresentar suas ideias diante de uma plateia não é tarefa fácil. Para se tornar um apresentador envolvente é preciso ter confiança, contar com uma plataforma dinâmica para expor suas ideias (o Prezi garante essa parte!) e, além disso, buscar as referências certas de diversas fontes. Quem disse que o cinema não pode te dar dicas incríveis e, de um jeito divertido, ajudar a te transformar em um apresentador memorável?

Para facilitar sua tarefa, listamos os 5 filmes que todo o apresentador deveria assistir. Prepare a pipoca e comece sua maratona!

Prenda-me se for capaz

Baseado na história real de Frank Abagnale Jr., Leonardo Di Caprio se passa por médico, advogado e co-piloto desde os 18 anos. Mestre na arte do disfarce – e com uma oratória de dar inveja a qualquer apresentador – o personagem é um golpista que vive a vida da maneira que deseja e é perseguido arduamente por um agente do FBI, Carl Hanratty (Tom Hanks), que faz de tudo para encontrá-lo e capturá-lo.

O que a trama pode nos ensinar?

Que bons apresentadores precisam de conhecimento sobre diversos assuntos para conseguirem articular seus discursos de forma convincente. Você não precisa, necessariamente, ser um especialista em todos os aspectos da sua área, mas precisa passar a informação que se propõe de forma clara e bastante completa, encantando o espectador. Esse exemplar da sétima arte vai te inspirar a criar um discurso bem estruturado e convencer seu público de qualquer coisa!

O Discurso do Rei

Você consegue imaginar como um membro da realeza britânica tornando-se um bom rei e articulando de forma convincente sendo gago? Desde os 4 anos, George (Colin Firth) sofria desse problema e, mesmo após buscar ajuda de diferentes especialistas, não conseguia resultados efetivos. É então que George conhece Lionel Logue (Geoffrey Rush), um terapeuta pouco convencional e divertido que acaba virando também um grande amigo. Lionel dá a George a autoconfiança necessária para cumprir o maior de seus desafios: assumir a coroa, após a abdicação de seu irmão David (Guy Pearce).

O que a trama pode nos ensinar?

Que os apresentadores também têm suas fragilidades e que precisam buscar ajuda, às vezes de profissionais, para superá-las. Um trauma, um problema físico que os torna tímidos, problemas de dicção ou dificuldade em ser objetivo, não importa. Bons apresentadores não se deixam abater por um problema ou outro e devem sempre buscar resolver questões pessoais para que isso não atrapalhe quando estiver em cima do palco – e ajude-os a se desenvolver também como pessoa.

Quem Quer Ser Um Milionário?

Chame a atenção tornando sua apresentação mais interativa

O filme conta a história de Jamal K. Malik (Dev Patel), um jovem indiano que trabalha servindo chá em uma empresa de telemarketing. Sua infância foi marcada por miséria e violência, mas apesar disso, Jamal optou por trabalhar duro e seguir um caminho honesto. Um dia, Jamal decide se inscrever no popular programa de TV “Quem Quer Ser um Milionário?” e, surpreendentemente, é chamado para participar. O moço encontra em fatos de sua vida as respostas das perguntas feitas pelo apresentador (Anil Kapoor), trazendo drama, romance e muitas ramificações para o filme.

O que a trama pode nos ensinar?

Que um discurso simples e honesto pode roubar a cena de um apresentador ardiloso, glamouroso e cheio de técnicas de atração. No filme, Jamal acaba se tornando famoso na Índia por ser jovem e representar a massa, gerando identificação com aqueles que representa. Mais importante que tentar colocar-se como superior é criar um laço com o público, receber feedback imediato da plateia e ser bem sucedido em sua comunicação.

Obrigada Por Fumar

Nick Naylor (Aaron Eckhart) é o principal porta-voz das grandes empresas de cigarros, e ganha a vida “defendendo” os direitos dos fumantes nos Estados Unidos. Desafiado pelos vigilantes da saúde e também por um senador oportunista, Ortolan K. Finistirre (William H. Macy), que deseja colocar rótulos de veneno nos maços de cigarros, Nick passa a manipular informações de forma a fazer com que o hábito do tabaco pareça algo positivo, falando sobre sua “ausência de risco” em programas de TV. Além disto Nick conta com a ajuda de Jeff Megall (Rob Lowe), um poderoso agente de Hollywood, para fazer com que o cigarro seja promovido nos filmes.

O que a trama pode nos ensinar?

Você também pode trabalhar em uma empresa que atue em um ramo “politicamente incorreto”, faz parte. Como fazer, então, para ser um bom apresentador até mesmo nesses casos? Conheça o seu produto ou serviço, busque o viés encantador daquilo que precisa ser dito. Quando sabemos que nosso produto também possui suas fragiliidades – e nos armamos para ter a resposta perfeita quando questionados sobre – nos tornamos profissionais preparados para lidar com as adversidades e passamos segurança naquilo que vendemos, tornando o discurso fascinante.

Bastardos Inglórios

O filme se passa na 2ª Guerra Mundial. A França está ocupada pelos nazistas e o tenente Aldo Raine (Brad Pitt) é o encarregado de reunir um pelotão de soldados de origem judaica, com o objetivo de realizar uma missão suicida contra os alemães. O objetivo é matar o maior número possível de nazistas, da forma mais cruel possível. Paralelamente, Shosanna Dreyfuss (Mélanie Laurent) assiste a execução de sua família pelas mãos do coronel Hans Landa (Christoph Waltz), o que faz com que fuja para Paris. Lá, ela se disfarça como operadora e dona de um cinema local, enquanto planeja um meio de se vingar.

O que a trama pode nos ensinar?

Esse filme de Tarantino traz vários personagens envolventes, com discursos realmente fascinantes, mas nenhum se destaca tanto quanto o Coronel Hans Landa, “O caçador de judeus”. Landa é um homem inteligente que não é necessariamente aliado ao nazismo. Colabora também com os Bastardos Inglórios quanto lhe é conveniente e é um dos vilões mais marcantes de Tarantino, por ser um personagem bastante complexo. O que aprendemos com ele? A negociar. Muitas vezes, um bom apresentador precisa ser flexível diante da sua plateia e estar atento às suas respostas e ao conteúdo que a audiência espera receber. Estar diante de uma plateia é, também, saber negociar com ela e dançar conforme a música, adaptando esse ou aquele aspecto para obter os resultados desejados.

Gostou desse post? Compartilhe, comente, acompanhe nosso blog! O Prezi tem sempre dicas incríveis para te ajudar a ser um super apresentador.

Saiba mais sobre Prezi para seu negócio

Experimente Prezi gratuitamente