Pergunte ao especialista: Principais dicas para o sucesso de apresentações virtuais

Nossos Inovadores de Apresentações Virtuais têm mostrado que sabem fazer uma apresentação atraente do início ao fim, e é por isso que procuramos alguns deles para responder a algumas das perguntas mais frequentes sobre apresentações virtuais. Leia dicas de apresentação online para ajudá-lo a ter sucesso no palco virtual.

Nesse post, você irá ler de alguns dos principais especialistas e profissionais que dominam a arte das apresentações virtuais:

  • Dave McKeown ajuda as equipes de liderança com seus objetivos de crescimento estratégico e costuma usar apresentações virtuais para orientar as equipes no processo de planejamento.
  • Diana Chan é uma treinadora de carreira e especialista em entrevistas de emprego e usa principalmente apresentações virtuais em vídeos de dicas curtas, bem como em treinamentos por webinar mais longos e seus shows semanais ao vivo.
  • Elena Valentine é a CEO da empresa de mídia no local de trabalho Skill Scout Films e usa apresentações virtuais em seus webinars, conferências e vídeos independentes.
  • Jessica Chen é uma jornalista ganhadora do Emmy e fundadora e CEO da Soulcast Media. As apresentações virtuais desempenham um papel importante nos treinamentos corporativos que ela realiza para grupos de 5 a 500 pessoas.
  • John Hall é o cofundador do Calendar e costuma ser contratado como palestrante virtual para discursos principais.
  • Rich Mulholland é palestrante global e fundador da empresa de apresentações Missing Link. Ele usa apresentações virtuais em apresentações orais e webinars.
  • Vanessa Van Edwards é a palestrante principal e Investigadora Comportamental da Science of People, com mais de 30 milhões de visualizações em seu canal no YouTube. Ela frequentemente conduzirá apresentações virtuais para clientes corporativos e conferências.

A dica nº 1 da apresentação virtual

Para Jessica, uma das maiores (e mais fáceis) coisas que você pode fazer vem antes mesmo de criar sua apresentação – criar uma configuração de home office adequada. “Uma boa regra é certificar-se de que você está a um metro de distância de sua câmera”, diz ela. A iluminação também é crucial, e até mesmo um anel de luz barato pode ajudar: “Apenas ligar o anel de luz quando você está fazendo sua apresentação pode fazer uma diferença enorme”, afirma ela.

John também enfatiza a necessidade de estar preparado, especialmente quando se trata do propósito do seu conteúdo. “Compreenda realmente o motivo de sua apresentação”, diz ele, observando que manter o objetivo em mente pode fazer com que o conteúdo da sua apresentação pareça mais relevante e focado. “Às vezes tenho um grupo que só quer se divertir”, acrescenta. “Outras vezes, tenho um grupo que quer ser muito sério e tático.”

Mas você não pode atingir o objetivo da sua apresentação se ela parecer desconexa, o que nos leva ao ingrediente secreto de Rich: uma boa transição. “Minha dica nº 1 para qualquer pessoa que fizer qualquer tipo de apresentação é saber seu próximo slide e configurá-lo antes de clicar nele”, diz Rich.

Para muitos dos Inovadores de Apresentação Virtual, no entanto, manter seu público envolvido é o ponto chave para se concentrar. Vanessa recomenda alterar os “modos” a cada um a três minutos, alternando visuais, contando uma nova história ou pedindo feedback no chat. “Ouvir alguém fazer a mesma coisa, não importa o quão emocionante seja, é muito difícil para o nosso cérebro disperso”, explica ela.

Seu nível de energia como apresentador também pode definir o tom para o público. “Opere com 80 a 100 por cento do seu nível de energia e entusiasmo durante a maior parte da sessão”, recomenda Dave. Diana afirma o seguinte: “Realmente apareça com entusiasmo e empolgação para que as pessoas possam sentir essa vibração positiva em você e se conectar com você lá”.

Elena acrescenta que sua dica principal é algo que já fazemos todos os dias: sorria! “Aprendi que sorrir é contagioso”, diz ela. “Isso muda minha energia, e absolutamente muda a energia do meu público.”

E se você tiver dificuldades para manter seu público envolvido?

Ter as ferramentas certas podem te levar mais longe em manter a atenção e interesse de sua audiência. Jessica comenta que o Prezi Video virou o jogo: “Toda vez que eu coloco uma apresentação do Prezi, as pessoas simplesmente falam ‘Uau, isso é tão interessante’. Porque agora eu sou parte do treinamento. Eu sou parte da apresentação.”

E no fim das contas, a interação humana está no coração do envolvimento com o público. Elena enfatiza que você não pode pensar em si mesmo como um super “apresentador” ou “orador”, mas sim como o anfitrião de uma experiência. “Quando você recebe visitantes, você vai de um lugar para outro para garantir que eles se sentem bem-vindos”, ela diz. “Crie espaço em cada parte de sua apresentação para fazer uma pergunta para a audiência.”

“Uma coisa que eu faço é sempre verificar. Eu faço perguntas”, diz Diana, e John ressalta que isso é especialmente importante se a sessão durar mais de 30 minutos. Você também vai querer ser genuíno e emotivo, componentes-chave em nossa estrutura de apresentação virtual. “Cada vez mais as nossas apresentações se tornaram estéreis”, diz Vanessa. “Traga a emoção.”

Equilíbrio também é fundamental – você precisa tornar sua apresentação virtual verbal e visualmente interessante se quiser que o público continue por perto. “Se você for apenas verbalmente interessante, eles mudarão de janela e irão apenas escutar”, explica Rich. “Mas se você for apenas visualmente interessante, eles fecharão a janela e irão embora.”

Certifique-se de não ignorar o esforço do seu público também. “Se alguém decidiu participar de sua sessão, esse é um compromisso que deve ser honrado”, diz Dave. Reconhecer o seu público e fornecer algumas perguntas de definição de intenção no início pode garantir que eles não sintam que estão perdendo tempo.

Preparando-se para o sucesso

Estar preparado para sua apresentação virtual não significa necessariamente memorizar tudo. Diana sugere pelo menos anotar suas declarações de abertura e encerramento, pois essas formarão a primeira e a última impressão que seu público terá.

Rich argumenta que você deve repensar a maneira como aborda toda a sua apresentação para eventos virtuais e enfatiza a importância dos recursos visuais. “Em eventos presenciais, penso em slides”, diz ele. “Agora eu penso em cenas.”

Depois de começar a apresentar, há algumas coisas fáceis que você pode fazer para criar uma impressão inicial forte. Vanessa recomenda dar um pouco de espaço entre você e a câmera e acenar, acenar com a cabeça ou sorrir como suas primeiras ações, em vez de perguntar: “Ei, você pode me ver e ouvir?” Obtenha mais dicas de Vanessa sobre como evitar inícios difíceis:

Chame a atenção tornando sua apresentação mais interativa

Mas acima de tudo, não se leve muito a sério. “Não pense demais”, diz Elena, que até começou a salvar os erros de gravação dos seus Prezi videos. “Embora possa ser frustrante no momento, com certeza me faz rir e me acalmar. ”

Apresentando de forma eficaz

No palco virtual, a linguagem corporal se torna ainda mais importante devido ao espaço limitado da tela com que você precisa trabalhar. “A linguagem corporal dá o tom desde o início”, diz John. “Se você não parecer positivo, engajado e divertido, as pessoas tendem a olhar para outra coisa na tela do computador.”

“Eu faço todas as minhas sessões virtuais em pé e acho que isso aumenta meus próprios níveis de energia, ajuda com minha linha de pensamento e acaba atraindo mais a multidão”, diz Dave.

Rich concorda: “Apenas levante-se e entregue! Use suas mãos naturalmente, incline-se para frente para criar impacto e dê um passo para trás quando quiser demonstrar espaço. ”

“Como você diz o que você diz realmente importa”, adiciona Diana. “É aqui que entra o contato visual. Seu sorriso, sua expressão facial, sua postura, a distância de sua câmera e a altura de sua cadeira têm um impacto em como as pessoas veem sua apresentação.”

Além da comunicação não verbal, você vai querer incluir anedotas para manter seu público envolvido. Elena gosta de começar com uma história para chamar a atenção imediatamente:

E se você conhece bem o seu público, tente incluir um pouco de humor. “Muitos apresentadores acham que não podem ser engraçados virtualmente porque não conseguem ouvir as risadas”, diz Vanessa, mas ecoando o conselho anterior de Elena, ela acrescenta que é melhor não se levar muito a sério. “Minha dica: vá em frente… e ria você mesmo.”

Evitando problemas e limitações de tecnologia

Os problemas técnicos são o pesadelo do apresentador virtual, mas há um problema em particular para o qual você deve estar preparado. “As pessoas vão perdoar recursos visuais medíocres”, diz Elena. “Eles não vão perdoar áudio ruim.”

Ela sugere testar seu áudio com antecedência e, se você quiser estar mais preparado, pode até discar no seu telefone ao mesmo tempo (no mudo), portanto, se o áudio for cortado, você pode voltar imediatamente.

Para áudio, Diana aconselha evitar fones de ouvido se possível, apontando como fones de ouvido sem fio podem tornar o som abafado, e microfones com fio podem produzir sons ásperos se você se mover.

Uma limitação tecnológica comum que John vê muitas pessoas sinalizarem é a barreira que elas sentem ao falar para uma tela, mas ele incentiva uma mudança de perspectiva. “Em vez de criar barreiras mentais, olhe para os aspectos positivos”, afirma. Por exemplo, você pode criar sessões de perguntas e respostas mais personalizadas agora que pode ver os nomes de todos na tela.

Terminando sua apresentação com impacto

Após a sua apresentação virtual, você vai querer ter certeza de que o seu público se lembra do seu conteúdo. Dave gosta de pedir a todos que respondam no bate-papo em grupo com o que acharam mais útil da sessão. “Isso ajuda a cimentar um ponto-chave para eles e atribui valor em suas mentes”, explica ele.

Preparar algo com antecedência também pode valer a pena. “Sempre explico ao meu anfitrião exatamente como vou terminar e peço que comecem a falar assim que eu terminar”, diz Rich. E depois de fazer perguntas, ele sugere que você peça uma última chance para fornecer um resumo de sua mensagem principal para a ação. “Você não quer que a última resposta seja a última palavra.”

Como você envolve seu público após o término da apresentação também é importante. Diana e Elena adaptam suas apresentações dividindo-as em clipes menores para compartilhar no YouTube e nas redes sociais. Elas também recomendam incluir um CTA claro, seja conectando-se a eles no LinkedIn, cadastrando-se em uma newsletter ou visitando um site.

Siga essas dicas de apresentações online antes de seu próximo evento virtual para destacar-se e prenda a atenção da sua audiência. Para mais inspirações, confira vídeos de todos nossos Inovadores de Apresentação Virtual!

Saiba mais sobre Prezi para seu negócio

Experimente Prezi gratuitamente